segunda-feira, 2 de abril de 2018

Vários - Os Grandes Momentos dos Festivais da Música Popular Brasileira (1977)



Coletânea lançada pelo selo Seta, em 1977.

Tracklist:

01 - Roda Viva - Chico Buarque de Hollanda
02 - O Cantador - Elis Regina
03 - Eu e a Brisa - Márcia
04 - A Estrada e o Violeiro - Nara Leão & Sidney Miller
05 - Comunicação - Vanusa
06 - Ponteio - Edu Lobo, Marília Medalha e Momento Quatro
07 - Disparada - Jair Rodrigues
08 - A Banda - Nara Leão
09 - Alegria, Alegria - Caetano Veloso
10 - Divino Maravilhoso - Gal Costa
11 - Memórias de Marta Saré - Edu Lobo e Marília Medalha
12 - Domingo no Parque - Gilberto Gil

Format: Flac
Quality: Perfect (Lossless)
Summary Audiochecker: 99,92 % CDDA
Size: 303 mb

6 comentários:

Luiz Alberto Gomes (bugrim) disse...

https://drive.google.com/file/d/1F8pV2bhoV5FI_1EFMnKw1KaCqiZjmqd7/view?usp=sharing

Ewerton Xavier disse...

Bugrim sei que você faz o melhor que pode no processo de restauração das faixas, porém a música roda viva contém ruídos nos picos agudos.

Candido Cesar disse...

Luiz, que saudades desses grandes festivais, onde se fazia música brasileira da melhor qualidade, reconhecida em todo o mundo. Cantávamos poesia, vivíamos emoções.
Hoje nossa música é feita de que? Por quem? Para quem? Dá até dó das novas gerações que já se acostumaram com as porcarias sem sentido que ouvem agora e nunca vão ter nada para se lembrar no futuro. Pobre Brasil, até nisso foi para o brejo!

ADILSON CAETANO COELHO Coelho disse...

Luiz, foste muito feliz na publicação deste album, conforme os amigos já falaram, não se tem mais coisas boas como antigamente.Parabens.Eu já tenho este album, mais a publicação dele valeu apena.

Paulo Sergio disse...

No final dos anos 60 foi uma época muito fértil para a MPB. A Jovem Guarda estava em alta, porém os Festivais trouxeram compositores mais politizados, com suas letras (na maioria) fazendo protesto ao Regime Militar. Aqui neste disco, foram postadas músicas do Festival de 1968 da TV Record, que foram o ponto de partida ao Tropicalismo, liderados por Caetano Veloso e Gilberto Gil, que não agradou o Regime, logo em seguida resultou ao exílio dos baianos. Luiz Alberto, Obrigado pela Postagem e pela qualidade.

Oto Junior disse...

valeu....